(Foto: Divulgação)

Um exemplo de iniciativa de moda sustentável na França. Trata-se da proposta “Circular Economy Roadmap”, encabeçada pelo ministro Édouard Philippe, com 50 medidas para que a França se torne uma economia sustentável.

Uma das questões sugeridas no projeto é proibir que as marcas joguem fora (em aterros sanitários) ou queimem peças que não foram vendidas. Além disso, outras medidas sustentáveis de descarte, como reciclagem e doação estão inclusas na proposta.

Segundo um estudo da Ellen MacArthur Foundation, só a França descarta aproximadamente 600.000 toneladas de roupas e acessórios por ano. Dessa quantidade, apenas um quarto é destinado para reciclagem ou doação. Se a proposta por aprovada, a longo prazo, esse cenário mudará e a moda e a economia, de forma geral, serão muito mais sustentáveis.

É de ações assim que o mundo precisa para se tornar, aos poucos, mais sustentável e consciente, inclusive na indústria da moda, que é um dos setores que mais gera impactos negativos ao meio ambiente.

Inscreva-se no Canal Desavesso e confira mais dicas sobre moda consciente e sustentável.
Fonte: Elle

Autor

Jornalista apaixonada por moda e youtuber nas horas vagas.

Deixe o Seu Comentário