Peças, formatos e cores da estação, ou da temporada nem sempre são dignos de ser desconsiderados da moda sustentável. Nós temos que ter em mente que esses fatores inclusive podem nos ajudar, contanto que não sejam nossa prioridade na hora de nos vestirmos. O fato é que se forem esquemas prontos nos quais tentemos nos encaixar serão um problema mas se forem apenas um item norteador de nossas escolhas podem ser  grandes aliados.
Use referências: No dia que estamos sem ideias de roupa procurar na internet fotos de pessoas famosas ou fashionistas usando as peças tendências pode aumentar nosso leque de possibilidades para construir um look.
Não comprar e sim vasculhar: Assim que a peça ou a cor for indicada como o “grito” da estação não faz sentido sair correndo na magazine mais próxima comprar, mas sim é interessante vasculhar no guarda-roupa e de pessoas próximas algo parecido ou que possa ser customizado pra lembrar o look.
Selecione: Veja bem a qual “moda” você vai se render, não são todas que se encaixam no seu estilo de vida e de humor. Entenda porque motivo você gostaria de usar algo e aí sim invista nela.
Temos um vídeo em que mostramos looks com tendências que montamos apenas com roupas de um bazar beneficente, vem ver!

Para mais informações sobre moda e sustentabilidade acesse o Desavesso no Youtube!

Deixe o Seu Comentário