Archive

junho 2018

Browsing

Pessoas consumistas tendem a gastar dinheiro com o que não precisam, isso é um fato. Mas o que faz as pessoas comprarem desenfreadamente? Hoje vamos descobrir alguns hábitos que podem ser mudados pra você invista seu dinheiro em coisas que te fazem mais sentido.

DICA 1: Nem passe perto das lojas. Se você é uma pessoa que sabe que compra sem pensar não tente testar sua paciência entrando em lojas “só pra dar uma olhadinha”, você sabe que não vai conseguir se controlar. Então fuja das lojas! Nem chegue nem perto!

DICA 2: Experimente mil vezes antes de comprar. Depois de amar a peça, não vá correndo pagar. Toque nela, experimente, vá dar uma volta, esfriar a cabeça por uns minutos, depois volte experimente de novo e só então entre na fila do caixa.

DICA 3: Tenha uma relação de amor com seu guarda-roupa. Mantenha-o organizado, saiba tudo o que tem nele, não deixe peças escondidas. Assim você não corre o risco de comprar algo muito parecido com o que já tem.

DICA 4: Faça limpas constantes, retirando todas as peças que estão estragadas ou não tem mais a ver com o seu estilo, ou não te servem mais. DICA BÔNUS: ao final de cada limpa faça um cálculo de quanto cada roupa que você tirou custou e some tudo no fim.

DICA 5: Calcule a sua hora de trabalho. Você deve dividir o seu salário pelo número de horas que trabalha no mês, e então saberá quantas horas tem que trabalhar pra comprar uma peça de R$ 100,00 por exemplo. Se você ganha R$ 3000,00 e trabalha 8 horas por dia, ou seja 176 horas por mês, quer dizer que ganha R$ 17,00 a hora, portanto para comprar uma roupa de 100 reais precisa trabalhar 5 horas (é só fazer o valor da peça dividido pela sua hora de trabalho).

O vídeo completo com todas as dicas detalhadas está aqui no texto. Vamos economizar e fazer bem pro mundo e pro bolso? Pra mais dicas sobre esse assunto acesse o canal Desavesso no youtube.

É muito importante você conhecer o seu estilo para investir em peças que tenham a ver com você e ter um armário mais inteligente. Apesar de não ser tão simples, também não é um bicho de 7 cabeças. Segue abaixo algumas dicas para ajudar você a conseguir descobrir seu estilo próprio:

1° passo: Identifique quatro peças que você mais se identifica. Aqueles tipos de peças que você mais usa e sente-se muito bem usando. Com essas peças você já terá uma referência do que faz parte do seu estilo.

2° passo: Pense nas cores que você mais gosta para peças de roupas. Escolha 4 cores que você mais usa e gosta, sempre priorizando no seu bem estar e a fase que você está vivendo. Pois cores também é uma coisa de fases. Não vamos entrar no mérito de paleta de cores, mas com essas cores que você mais gosta de usar já fica mais fácil de pensar em outras variações, outras cores que combinam com essas principais que você usa.

3° passo: Inspire-se em pessoas que têm um estilo que você admira. Não é para copiar a pessoa, mas você pode pegar alguns looks de inspiração, algumas referências para você ter uma ideia de como se vestir.

4° passo: Identifique 3 palavras que definam seu estilo. Não precisa ser um rótulo, mas é bom saber o que você está querendo mostrar e expressar ao se vestir.

Lembrando sempre que estilo é uma coisa de fase e não tem problema nenhum você mudar o seu estilo. Vista-se de acordo com o que te faz bem e o que você quer expressar nesse momento da sua vida.

Todas as dicas acima estão no vídeo linkado aqui no texto. Assiste lá e depois conta pra gente qual é o seu estilo! Inscreva-se no canal Desavesso.